Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Ban Ki-moon pede explicações ao governo israelita

 Ban Ki-moon pede explicações ao governo israelita
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, protestou esta manhã junto das autoridades israelitas contra o bombardeamento de um edifício da ONU na cidade de Gaza.

Na conferência de imprensa conjunta com a ministra dos Negócios Estrangeiros israelita, Tzipi Livni, Ban Ki-moon referiu que “hoje, as instalações das Nações Unidas em Gaza voltaram a ser bombardeadas. Eu expressei o meu forte protesto e indignação aos ministros da Defesa e dos Negócios Estrangeiros e exigi uma explicação completa. O ministro da Defesa, Ehud Barak, disse-me tratar-se de um grave erro que ele levou muito a sério. Ele assegurou-me que será tomada especial atenção às instalações e ao pessoal da ONU e que isto não voltará a acontecer”. A chefe da diplomacia israelita evitou abordar a questão do bombardeamento e defendeu que “Israel, um Estado membro da ONU, está a fazer o que um Estado precisa fazer para defender os seus cidadãos. Trata-se de uma operação militar eficaz e bem-sucedida contra o terror. Gaza é controlada por uma organização terrorista que não defende as aspirações do povo palestiniano e não faz parte do processo de paz que Israel iniciou em Annapolis com a liderança pragmática da Autoridade Palestiniana.