Última hora
This content is not available in your region

Senado americano pode rejeitar plano de ajuda financeira

Senado americano pode rejeitar plano de ajuda financeira
Tamanho do texto Aa Aa

A economia vai ser a prioridade absoluta dos primeiros 100 dias da administração de Barack Obama.

A menos de uma semana de tomar posse, o presidente eleito tem repetido a urgência no relançamento de uma economia em declínio e pedido o apoio das intituições. No entanto, o Senado norte-americano poderá estar a prepara-se para bloquear a segunda metade do plano de ajuda ao sector financeiro dos Estados Unidos. Muitos senadores republicanos hesitam em dar luz verde à verba, depois de os primeiros 350.000 milhões de dólares terem sido utilizados para ajudar a indústria automóvel. Entretanto, o Governo americano está prestes a injectar vários milhões de dólares suplementares no Bank of America. Uma operação que visa facilitar a aquisição do banco de negócios Merrill Lynch, tornada efectiva a partir de um de Janeiro, pelo maior banco americano. A instituição já tinha recebido uma quantia de 25 mil milhões de dólares cedidos pelo departamento do Tesouro americano.