Última hora
This content is not available in your region

Israel sob suspeita de crimes de guerra em Gaza

Israel sob suspeita de crimes de guerra em Gaza
Tamanho do texto Aa Aa

Depois da ofensiva militar, o exército israelita prepara agora a defesa, face às acusações de crimes de guerra em Gaza.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki Moon, exigiu ontem que os responsáveis pelos ataques contra civis sejam julgados, durante a visita a uma escola da ONU em Gaza, bombardeada durante a ofensiva e onde morreram pelo menos 42 palestinianos. Várias organizações humanitárias preparam-se para interceder junto do Tribunal Penal Internacional, para denunciar a utilização de bombas de fósforo contra zonas civis, proibida pelas convenções internacionais. Vários diplomatas de países árabes exigiram um inquérito paralelo à Agência Internacional de Energia Atómica, sobre a alegada utilização de ogivas com urânio. O exército israelita abriu um inquérito interno, mas as acusações arriscam-se a ficar sem efeito, Israel não está sob a jurisdição do Tribunal Penal Internacional. A questão repousa agora sobre a pressão diplomática de Washington, quando Obama se prepara para nomear o novo enviado do país para o Médio Oriente.