Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

O Fórum Económico Mundial encerrou este domingo com um apelo à restruturação do sistema económico global.

 O Fórum Económico Mundial encerrou este domingo com um apelo à restruturação do sistema económico global.
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Durante os cinco dias que durou o encontro de Davos, os mais de 2.000 líderes políticos e responsáveis de negócios chegaram a poucas conclusões.

A única certeza para já é uma longa recessão mundial cujo fim ainda não é previsível. Os debates confirmaram apenas a existência de uma incerteza generalizada entre políticos e líderes das grandes corporações sobre o caminho a seguir. “Frequentemente, o efeito deste fórum é que os participantes ficam cada vez mais entusiasmados num sentido positivo sobre as virtudes da globalização. Desta vez eles ficaram mais deprimidos à medida que cosntatavam os problemas que cada um deverá enfrentar. Por isso, nesse sentido, a reuniãop contribuiu quase certamente para o aprofundar do pessimismo”. Segundo o director da OMC as tendências proteccionistas já são detectáveis em vários estados. Para controlar essas tendências os ministros do comércio acordaram em Davos reforçar o controlo das políticas comerciais. De assinalar ainda a ocorrência de vários protestos,alguns na estância suiça que acolheu o encontro mas os mais numerosos tiveram lugar em Genebra. Apesar da interdição que as autoridades suiças tinam imposto não houve apenas detenções temporárias. A próxima paragem dos militantes será a Cimeira do G 20 que se realiza a 2 de Abril em Londres.