Última hora
This content is not available in your region

Gigantesca investigação para encontrar pirómanos

Gigantesca investigação para encontrar pirómanos
Tamanho do texto Aa Aa

Várias centenas de milhares de terreno calcinado no sudeste australiano são agora o local de uma vasta operação policial para encontrar alegados responsáveis pela tempestade de fogo que devastou 360 mil hectares, provocou mais de 200 mortos e feriu 500 pessoas.

Os responsáveis serão acusados de assassino em massa. Kevin Rudd, primeiro-ministro australiano: “Não existem desculpas para isto. Nada. Como disse ontem, isto é apenas assassínio em grande escala”. Victoria foi o Estado mais afectado. Existem ainda 25 fogos activos naquela que é considerada a pior tragédia provocada pelas chamas na história da Austrália, um país habituado a incêndios. Cerca de mil casas foram destruídas. A cruz vermelha tem entre mais 7 mil deslocados e desconhece-se o número de pessoas que se encontram em casas de familiares. O governo australiano recebeu condolências de governos de todo o mundo. E os Estados Unidos têm preparadas equipas para se deslocarem à austrália para ajudar a combater as chamas, a investigar os eventuais criminosos e a reabilitar terrenos.