Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Impasse mantém-se em Israel

Impasse mantém-se em Israel
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Saíram goradas as expectativas de Netanyahu conseguir um acordo com Tzipi Livni.

Os dois líderes partidários estiveram reunidos mas as divergências são irreconciliáveis e a dirigente do Kadima voltou a declarar que não participará num governo dirigido por Netanyahu. Uma dos assuntos que afasta os responsáveis pelos dois principais partidos israelitas é a questão palestiniana. Tzipi Livni defende a aplicação do plano de paz feito em Novembro de dois mil e sete na conferência de Annapolis. Netanyahu opõe-se à retirada unilateral de Israel dos territórios ocupados e defende que, na eventual criação de um Estado palestiniano, Israel tem que controlar, entre outras coisas, as fronteiras e o espaço aéreo. A situação em Israel pode complicar-se, depois da recusa de Livni, Netanyahy vai virar-se para os partidos de direita e extrema-direita avessos também ao processo de paz. Benjamin Netanyahu não venceu as eleições mas, por ser o candidato que reúne mais apoios, foi, na passada sexta-feira, convidado pelo presidente israelita a formar governo.