Última hora
This content is not available in your region

Chávez nacionaliza fábrica de arroz americana

Chávez nacionaliza fábrica de arroz americana
Tamanho do texto Aa Aa

O presidente venezuelano ordenou a expropriação de mais uma empresa americana. Três semanas depois de vencer o referendo que pôs fim ao limite dos mandatos presidenciais e sete meses depois da última nacionalização, Hugo Chávez iniciou a expropriação das fábricas de arroz da americana Cargill. De acordo com o presidente, a companhia violava as leis sobre a regulamentação dos preços alimentares.

Desde 2003 que os preços dos alimentos são regulamentados na Venezuela. No caso concreto do arroz, as empresas devem produzir arroz branco de menor qualidade e sujeito ao controlo dos preços, o que a Cargill não fazia. Mas a companhia americana não é a única visada. No sábado foi ocupada uma fábrica de arroz da Polar, o maior grupo privado venezuelano, embora a nacionalização não tenha sido concretizada.
A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.