Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

PE quer cortar ajudas a Espanha por causa dos abusos urbanísticos

PE quer cortar ajudas a Espanha por causa dos abusos urbanísticos
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

“Desenvolvimento insustentável” é como o Parlamento Europeu classifica o crescimento urbanístico espanhol. Os deputados manifestaram-se mesmo favoráveis a congelar os fundos comunitários de coesão, se a Espanha não resolver o problema dos “abusos urbanístico”. Isto mesmo ficou estabelecido num relatório sem valor vinculativo, aprovado por larga maioria – mesmo se os conservadores espanhóis votaram contra e os socialistas se abstiveram.

O Parlamento acusa o país de ter entrado numa onda de “corrupção endémica” e pede a suspensão de todos os novos planos urbanísticos que não respeitem rigorosamente os critérios europeus de sustentabilidade ambiental ou não garantam o direito à propriedade. A Greenpeace que há muito acusa o desrespeito das regras comunitárias, sobretudo no litoral espanhol, acolheu bem a iniciativa do Parlamento. Mesmo se ela não vai solucionar todos os problemas, a organização ambientalista espera que contribua para lhes pôr um travão.