Última hora
This content is not available in your region

Marc Ona Eassangui vence prémio Goldman 2009

Marc Ona Eassangui vence prémio Goldman 2009
Tamanho do texto Aa Aa

Marc Ona Eassangui foi o nome escolhido para o prémio Goldman 2009, conhecido como o Nobel Verde.

O activista do Gabão é um dos mais conhecidos intervenientes no domínio da protecção do ambiente no continente africano. Essangui, presidente da ONG Brainforest, foi o responsável por expor um acordo secreto de dois virgula sete mil milhões de euros com uma empresa chinesa, que tencionava construir uma mina e uma barragem num dos parques nacionais do Gabão. Esta revelação fez com que o governo voltasse atrás no projecto. “África não pode continuar a assinar contratos para explorar os seus recursos naturais com parceiros económicos, como nos anos 30, quando estes parceiros diziam o que africanos deviam fazer. Agora, temos especialistas competentes e temos de ter fé nas suas capacidades.” Essangui, um fervoroso crítico da corrupção, foi preso pelas autoridades no aeroporto de Libreville, quando se deslocava para os Estados Unidos para receber o prémio Goldman, esta semana. O activista acabou por embarcar horas mais tarde. Parte da floresta da Bacia do Congo, o Gabão é o segundo maior ecossistema do mundo. Mas várias pesquisas mostram que o país está a perder mais de dez mil hectares de área florestal por ano, devido à exploração de madeira. A taxa de desflorestação em África é duas vezes superior à média mundial.
A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.