A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Macedónia quer fim do diferendo com a Grécia

Macedónia quer fim do diferendo com a Grécia
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Macedónia quer pôr fim ao diferendo com a Grécia. Essa foi, pelo menos, a garantia dada pelo novo chefe de Estado, Gjorge Ivanov, durante a tomada de posse.

O nome oficial da ex-república jugoslava está na origem de um conflito com Atenas, que dura há já 18 anos. Mas o discurso de Ivanov ficou, também, marcado pela vontade de se aproximar à Europa. “A minha agenda política é clara e inequívoca: uma adesão plena à NATO e à União Europeia. Uma Macedónia forte, respeitada, igualitária, próspera e feliz” As eleições presidenciais eram consideradas decisivas para a candidatura do país à União Europeia, depois dos incidentes que marcaram as legislativas em 2008. Ivanov torna-se o quarto presidente da Macedónia, desde que a ex-república jugoslava proclamou a independência em 1991.