Última hora
This content is not available in your region

Jimmy Carter em Gaza

Jimmy Carter em Gaza
Tamanho do texto Aa Aa

Jimmy Carter encerrou na Faixa de Gaza uma ronda em busca da paz no Médio Oriente. O ex-presidente americano foi recebido pelo primeiro-ministro Ismail Haniyeh, dirigente do movimento de resistência islâmica que domina a banda mediterrânica há precisamente três anos. O Hamas é considerado uma organização terrorista por Washington.

Jimmy Carter deslocou-se ao território a convite da ONU e enquanto director do Centro Carter para a Paz. O ex-presidente constatou no local a destruição causada pela ofensiva israelita em Dezembro e Janeiro. Diante dos escombros da escola americana de Gaza, Carter declarou estar bastante “consternado e ter de reter as lágrimas” ao verificar “a destruição deliberada” contra o povo palestiniana, “destruição causada por bombas lançadas por israelitas a partir de aviões fabricados na América.” O antigo chefe de Estado apelou ao fim do bloqueio humanitário à Faixa de Gaza e reiterou a necessidade do Hamas reconhecer Israel como passo fundamental para se alcançar a paz na região.