Última hora
This content is not available in your region

Michael Jackson: Polícia de Los Angeles não descarta hipótese de homícidio

Michael Jackson: Polícia de Los Angeles não descarta hipótese de homícidio
Tamanho do texto Aa Aa

Homícidio ou overdose. Estas são as duas causas mais prováveis para a morte de Michael Jackson, segundo a polícia de Los Angeles.

O seguimento do inquérito vai depender bastante dos “resultados toxicológicos da autópsia”, explicam as autoridades. O Instituto Médico Legal de Los Angeles exigiu formalmente aos vários médicos do “rei da pop” as fichas clínicas do cantor. A dependência de Michael Jackson está no centro do inquérito, depois de terem sido encontrados na casa do artista vários frascos de um derivado da morfina, que terão sido adquiridos sem receita médica. O dermatologista do cantor negou ter fornecido o medicamento. Michael Jackson morreu a 25 de Junho, aos 50 anos, na sequência de uma paragem cardio-respiratória.
A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.