Última hora
This content is not available in your region

Morreu o autor do hino soviético

Morreu o autor do hino soviético
Tamanho do texto Aa Aa

O poeta e escritor russo Serguei Mikhalkov morreu esta quinta-feira em Moscovo aos 96 anos.

Mikhalkov era um dos homens de letras mais condecorados do tempo da União Soviética e também escrevia livros infantis. A obra mais conhecida do poeta é o hino nacional russo escrito durante a era estalinista. A letra foi escrita em 1944 para substituir a internacional comunista que apelava à revolução global e ofendia alianças militares da segunda guerra. Os versos foram abandonados nos anos 50 depois de Nikita Khrushchev ter iniciado uma curta campanha de “destalinização”. Até 1970 o hino era tocado sem letra e nessa altura Mikhalkov fez adaptações para incluir Vladimir Lenine, o fundador do Estado soviético. Depois do colapso comunista e da União Soviética, a Rússia adoptou uma outra melodia. Mas os russos continuaram sem letra até 2000, quando Vladimir Putin, recém-chegado ao poder, resolveu recuperar o hino soviético e pediu a Mikhalkov que o reescrevesse uma vez mais. Segundo uma sondagem de opinião, poucos russos sabem os novos versos e os cidadãos mais velhos são vistos com frequência a cantar a letra estalinista.
A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.