Última hora
This content is not available in your region

Preços na Zona euro descem

Preços na Zona euro descem
Tamanho do texto Aa Aa

Em Agosto, os preços na Eurozona voltaram a caír, mas esta descida foi mais suave que a prevista pelos analistas, o que pode ser um sinal de recuperação económica.

Os consumidores pensam que as quedas nos preços podem agravar-se no próximo ano. Já as empresas têm vindo a apresentar previsões mais optimistas. A descida nos preços atingiu um pico há um mês. Depois de em Junho a inflação ter já caído em terreno neativo, em Julho os preços no consumidor tiveram uma queda de 0,7% em relação ao mesmo mês do ano passado. Em Agosto, houve uma clara suavização. A descida dos preços foi de 0,2%. Os preços da energia, nomeadamente dos combustíveis, têm vindo a caír, reflectindo as descidas no preço do barril de petróleo. Se o petróleo está agora 40% mais barato que há um ano, também é verdade que o preço duplicou desde Fevereiro. À medida que a economia europeia vai recuperando da maior crise das últimas décadas, a inflação pode regressar, mas com pouca força, o que significa que, pelo menos nos próximos tempos, o Banco Central Europeu não deve mexer nos juros.