Última hora
This content is not available in your region

Concerto "Paz Sem Fronteiras" em Havana

Concerto "Paz Sem Fronteiras" em Havana
Tamanho do texto Aa Aa

Havana está preparada para receber o concerto Paz Sem Fronteiras” organizado pelo artista colombiano Juanes. O evento vai acolher meio milhão de pessoas.
 
Mas para que a capital cubana tivesse o privilegio de escutar ao vivo quinze artistas, foi preciso viver semanas de grande polémica com dissidentes cubanos a criticarem a iniciativa.
 
Juanes justifica o concerto: “É uma mensagem de paz, não só para Cuba. É para a região inteira. O que se está a passar é muito triste. Estamos polarizados, divididos e em conflito porque pensamos de forma diferente”, referiu o cantor.
 
Em Miami, um jovem artista cubano, dissidente, contesta a iniciativa que vai ter lugar este domingo.
 
“Se quiser falar sobre paz e não refere aqueles que são responsáveis, nesse caso não fala abertamente. Eu prefiro chamar as coisas pelos nomes e faço-o há já muito tempo. E no meu país o mal tem nome: chama-se Fidel Castro, chama-se Raul Castro”, diz Gorki Aquila.
 
A oposição ao concerto foi tão forte que Juanes recebeu mesmo ameaças de morte.
 
O concerto é gratuito e desenrola-se na mítica praça da revolução.