Última hora
This content is not available in your region

Gregos elegem novo parlamento

Gregos elegem novo parlamento
Tamanho do texto Aa Aa

Quase dez milhões de eleitores decidem, este domingo, na Grécia, o futuro político do país.

Um dia crucial para o primeiro-ministro Costas Karamanlis que, segundo as previsões, se arrisca a perder a eleição. Caramanlis convocou eleições antecipadas a meio do mandato, invocando que o governo precisava de legitimidade para aplicar as medidas de austeridades necessárias para combater a crise económica. Num momento de forte impopularidade do governo de direita, a escolha da maioria dos eleitores deverá recair sobre o PASOK, o partido socialista, liderado por George Papandreu. Mas, como na Grécia as sondagens não são permitidas nas duas semanas que antecedem a votação, é difícil saber se o PASOK poderá chegar aos 151 deputados que necessita num parlamento de 300 lugares para poder governar sozinho. Mesmo com maioria, a tarefa não será fácil. O país está à beira da recessão, tem uma dívida pública colossal e todos os sectores da economia descontes. O voto dos jovens, entre os quais o desemprego atinge os 17%, pode fazer a diferença neste escrutínio.