A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Mudanças na France Telecom

Mudanças na France Telecom
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A vaga de suicídios na France Telecom originou mudanças na direcção da empresa. Stephane Richard foi nomeado para o posto de presidente-executivo-adjunto, em substituição de Louis-Pierre Wenes.

Nos últimos 18 meses 24 trabalhadores cometeram suicídio. Os sindicatos denunciam a reorganização forçada do terceiro operador europeu de telecomunicações. De acordo com um comunicado da France Telecom, foi o próprio Louis-Pierre Wenes que pediu a demissão. Didier Lombard continua por enquanto aos comandos da empresa mas o seu lugar deverá ser ocupado por Stephane Richard a curto prazo. O afastamento de Didier Lombard da presidência da France Telecom é pedida pelos sindicatos e pelos partidos da oposição.