Última hora
This content is not available in your region

Centenas de pessoas recordam memória de Politkovskaya

Centenas de pessoas recordam memória de Politkovskaya
Tamanho do texto Aa Aa

Três anos após o assassinato de Anna Politkovskaya, familiares e amigos da jornalista reuniram-se em Moscovo para assinalar a data.

Centenas de pessoas quiseram recordar a memória da mulher que, apesar das ameaças de morte, se recusou calar. Na reunião houve ainda duras palavras para o Kremlin que acusam de querer silenciar a voz dos jornalistas. “Querem obrigar-nos a voltar aos tempos da União Soviética. Pela memória dos nossos companheiros assassinados e de Anna Politkovskaya é nosso dever fazer o máximo para defender a nossa liberdade”, afirmou um amigo da jornalista. Três anos volvidos sobre a morte de Politkovskaya os suspeitos do crime continuam por julgar e as investigações prosseguem. A reunião em memória da jornalista acabou por ser também um protesto contra o primeiro-ministro russo Vladimir Putin.