Última hora

Última hora

Homicídio mancha eleições autárquicas

Em leitura:

Homicídio mancha eleições autárquicas

Homicídio mancha eleições autárquicas
Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de nove milhões de portugueses voltam às urnas, duas semanas após as legislativas.

13 partidos políticos, sete coligações e 18 grupos de cidadãos estão na corrida às eleições autárquicas. De acordo com as últimas sondagens, o Partido Socialista deve manter a Câmara de Lisboa, num escrutínio que se adivinha renhido. António Costa, que votou na Escola Secundária D. Filipa de Lencastre surge na frente, mas a apenas quatro pontos de distância de Santana Lopes. No Porto, o candidato da coligação PSD-CDS prepara-se para renovar o mandato. Rui Rio votou, por volta do meio dia, na secção n/o 1 de Massarelos, Porto. As eleições autárquicas estão a ser marcadas pelo homicídio do marido da presidente da Junta de Ermelo, em Mondim de Basto. O autor do crime – o candidato socialista à Junta – continua a monte. A polícia encontrou, entretanto, a arma e o veículo utilizado pelo suspeito para se pôr em fuga. As motivações do crime são, ainda, pouco claras. Fonte polícial justifica a ocorrência com questões políticas, os habitantes de Ermelo falam de divergências pessoais.