Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

NATO apela para o reforço militar no Afeganistão

NATO apela para o reforço militar no Afeganistão
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O novo secretário-Geral da NATO, Anders Fogh Rasmussen pediu aos líderes mundiais, cooperação na restauração da democracia, no Afeganistão.

Rasmussen está em Bratislava onde participa juntamente com os 28 titulares da Defesa Atlântica numa reunião informal, de dois dias. A NATO e os Estados Unidos querem aproveitar o encontro para pedir aos aliados o aumento do contingente militar no Afeganistão. Mas a parte europeia considera que já fez tudo o que podia na operação. No entanto, não são esperadas respostas concretas desta reunião na capital eslovaca, devido ao carácter informal. Com o aumento da força talibã no Afeganistão, o tempo é limitado para a NATO mudar o rumo da guerra. O comandante das tropas internacionais no terreno, o general Stanley McChrystal, pediu o envio de mais 40 mil soldados para as suas forças, além dos 68 mil que actuam no país. Os aliados parecem não querer acompanhar este esforço.