Última hora
This content is not available in your region

Igreja da Cientologia condenada em França por "fraude organizada"

Igreja da Cientologia condenada em França por "fraude organizada"
Tamanho do texto Aa Aa

A justiça francesa condenou a igreja da Cientologia a uma multa de 600 mil euros por fraude organizada, mas sem proibir as actividades da seita no país.

O líder da organização em França foi condenado a dois anos de prisão com pensa suspensa e a 30 mil euros de multa. As penas visam os responsáveis de uma livraria e de uma associação, condenados também por exercício ilegal de actividade farmacêutica. Quatro antigos seguidores acusavam a seita de defraudá-los em dezenas de milhares de euros com os chamados tratamentos de limpeza espiritual. O advogado da acusação felicitou-se com a sentença: “O tribunal não se pronunciou a favor da dissolução da igreja da Cientologia de forma a melhor poder controlá-la no futuro. Dando a esta sentença uma dimensão internacional”. Os responsáveis da igreja da Cientologia que reclamam 45 mil seguidores em França anunciaram que vão apresentar recurso da sentença. Para a porta-voz da organização em França, “o tribunal provou estar um pouco confuso quanto aos objectivos e práticas da igreja da Cientologia”. A sentença dos tribunais não prevê a probição das actividades da seita no país, em virtude da modificação de uma lei francesa, em Setembro, que não permite a dissolução de uma pessoa moral acusada de fraude.
A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.