Última hora
This content is not available in your region

TPI adia julgamento de Karadzic e impõe advogado

TPI adia julgamento de Karadzic e impõe advogado
Tamanho do texto Aa Aa

Radovan Karadzic não vai sentar-se no banco dos réus antes do próximo ano.

O Tribunal Penal Internacional par a ex-Jugoslávia decidiu impor ao antigo líder sérvio-bósnio um advogado oficioso. O ex-presidente da república Serpska é acusado de crimes de guerra e contra a humanidade alegadamente cometidos durante a guerra da Bósnia entre 1992 e 1995. O TPI ordenou a suspensão do julgamento até o próximo dia 1 de Março para que o advogado de Karadzic, ainda por designar, tenha tempo de preparar a defesa. Desde o início do processo que Karadzic se recusou a comparecer perante os juízes do TPI alegando que necessitava de um período de mais dez meses para poder defender-se sozinho. O julgamento do antigo líder sérvio tinha começado a 26 de Outubro na sede do TPI em Haia.
A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.