Última hora
This content is not available in your region

Kosovo vai às urnas

Kosovo vai às urnas
Tamanho do texto Aa Aa

Os eleitores do Kosovo votam, este domingo, em eleições municipais.

É o primeiro acto eleitoral no território desde a auto-proclamação da independência, em Fevereiro de 2008. A expectativa é grande quanto à participação da comunidade sérvia neste escrutínio. Depois de votar, o primeiro-ministro, Hashim Thaci, afirmou que este é um dia histórico para a republica do Kosovo. “Tenho a certeza que a eleição será um sucesso e desejamos a participação de todos os cidadãos, em particular os sérvios do Kosovo. Estamos a construir um país democrático e uma sociedade multiétnica com a perspectiva de integração na União Europeia” disse. No norte do Kosovo, na fronteira com a Sérvia – onde a comunidade sérvia é maioritária – apela-se ao boicote. Mas noutros enclaves sérvios é o apelo ao voto que predomina. Entre os 74 partidos políticos e coligações candidatas há 22 formações sérvias. Os sérvios tentam assumir o poder local, em contraponto ao poder central de Pristina. Um candidato sérvio afirma: “Este voto mostra que o povo mantém a coragem e que o medo imposto por alguns grupos está a perder terreno. A Sérvia está a enviar a mensagem de que ninguém será punido e que todos têm o direito de exprimir a sua opção política”. A organização da eleição é um grande desafio para o governo de Pristina. Vista como um teste à estabilidade no território, decorre sob importantes medidas de segurança. As cerca de duas mil assembleias de voto contam com a presença de observadores independentes, entre os quais há delegações do Conselho da Europa e da Comissão Europeia