Última hora

Última hora

Desapareceu de Auschwitz a inscrição "o trabalho liberta"

Em leitura:

Desapareceu de Auschwitz a inscrição "o trabalho liberta"

Desapareceu de Auschwitz a inscrição "o trabalho liberta"
Tamanho do texto Aa Aa

A célebre inscrição “O trabalho liberta”, que o regime nazi tinha colocado à entrada do campo de concentração de Auschwitz-Birkenau, no sul da Polónia, foi roubada na madrugada desta sexta-feira.

Desconhece-se o paradeiro da placa em aço, fabricada em 1940, por um prisioneiro do campo, sob as ordens dos responsáveis nazis.

Para os sobreviventes do Holocausto, o desaparecimento deste símbolo é uma afronta.

O responsável de uma organização de sobreviventes comenta: “Querem negar o Holocausto e a Shoa e penso que este símbolo é muito importante e para nós que estivémos presos ali, Aushwitz é ainda um simbolo mais forte, onde se pode ver o que aconteceu”.

A inscrição é o símbolo por excelência do cinismo nazi. Quando o campo de Auschwitz foi libertado pelo exército vermelho, em 1945, a estrutura em aço foi metida num comboio para seguir para Leste, mas um antigo prisioneiro pediu-a a um guarda soviético, em troca de uma garrafa de vodka.

Esteve escondida na câmara de Auschwitz até 1947, altura em que voltou ao seu lugar, após a criação do Museu do Holocausto no antigo campo de concentração e extermínio.