Última hora

Última hora

Frio matou 42 polacos

Em leitura:

Frio matou 42 polacos

Frio matou 42 polacos
Tamanho do texto Aa Aa

No fim de semana, morreram de frio 42 pessoas, na Polónia, onde as temperaturas chegaram aos 20 graus negativos.

Na sexta-feira, morreram seis, no sábado 15 e, no domingo, 21. As contas da tragédia sempre a subir, segundo a polícia.

Os serviços de socorro limitam-se a levantar os cadáveres, todos de pessoas sem abrigo.

Desde o início de Dezembro, o frio já matou 69 polacos. A polícia fez o perfil das vítimas. Homens, com idades compreendidas entre os 35 e os 50 anos, sem trabalho, nem casa, alguns, com passado alccolatra.

Menos trágicas são as consequèncias em Madrid. Só a mobilidade está fortemente afectada, com o cancelamento de transportes e estradas com circulação difícil.

No aeroporto de Barajas foram canceladas 27 chegadas e 26 partidas.

Na cidade alemã de Dusseldorf, onde há registo de temperaturas de 30 graus negativos, a principal consequência do mau tempo também se vice no aeroporto, com o cancelamento de voos.

“Estou â espera há 20 horas…já é muito tempo… espero voar para casa, logo que possível”, disse uma passageira.

A gare está cheia de passageiros, de todas as idades, esgotados pela longa espera.

Só no domingo foram desviados 150 voos.