Última hora
This content is not available in your region

Os vários Natais da Terra Santa

Os vários Natais da Terra Santa
Tamanho do texto Aa Aa

Jerusálem tem sempre Natal, mas com tons e motivações muito diferentes.

Os rituais cristãos espalham-se por todo o território da Terra Santa, apesar de a comunidade catótila ser claramente minoritária.

Em Israel, o comércio está atento aos símbolos natalícios, mas a procura é fraca.

“Nós viemos aqui buscar uma árvore de Natal, porque aqui são oferecidas, não pagamos”, diz uma jovens israelita.

Mas as lojas continuam cheias de adereços, à espera de compradores.

São números sempre sujeirtos a correcção. Mas estima-se que em Israel existam 120 mil cristãos, entre israelitas e árabes.

Na Cisjordânia serão 50 mil, na Faixa de Gaza, apenas 3 mil.

Em Maio, vários problemas logísticos e organizativos prejudicaram o encontro entre a comunidade cristã de Israel e o papa Bento XVI.

Um contratempo que ficou cravado na memória de todos.

Na Faixa de Gaza,a comunidade cristã é quase residual e este ano parece não estar muito motivada.

São ainda as feridas da invasão do exército israelita, recordadas por um comerciante:

“Um ano depois da guerra, Gaza continua a sofrer uma grave crise económica, falta liberdade de movimentos, temos a contaminação do mar e da água.Os israelitas vivem debaixo de um enorme pavor que os impede de tomar a decisão corajosa de acabar com o conflito. O muro da separação é a manifestação material desse medo”.

Apesar de tudo, o dia de Natal, pode ser um dia de Paz, no Médio Oriente.