Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Senado norte-americano aprova reforma do sistema de saúde

Senado norte-americano aprova reforma do sistema de saúde
Tamanho do texto Aa Aa

Após meses de intenso debate político e alguma contestação por parte da opinião pública, o senado norte-americano aprovou o plano de reforma do sistema de saúde.

O projecto era uma das principais promessas da campanha de Barack Obama e teve os votos favoráveis de 58 senadores democratas e dois independentes.

Os 39 representantes republicanos da câmara votaram em bloco contra uma medida que, dizem, irá aumentar o défice do país.

A proposta aprovada esta quinta-feira pela Senado e em Novembro pela Câmara dos representantes será transformada num texto único e finalmente convertida em lei com a assinatura de Obama.

Num breve discurso após a votação, o presidente norte-americano congratulou-se com uma medida que pretende alargar os cuidados de saúde a mais 30 milhões de pessoas.

“Estamos finalmente prestes a cumprir uma verdadeira e significativa reforma dos seguros de saúde, que trará segurança e estabilidade adicionais ao povo americano. A reforma aprovada pelo senado esta manhã, como a que passou na Câmara dos representantes, inclui as medidas mais duras tomadas até hoje para responsabilizar a indústria seguradora. Para o bem dos nossos cidadãos, da nossa economia, e do nosso futuro, vamos fazer de 2010 o ano em que finalmente reformámos o sistema de saúde nos Estados Unidos da América”, declarou Obama à imprensa.