Última hora

Última hora

Costa Rica elege mulher para a presidência da República

Em leitura:

Costa Rica elege mulher para a presidência da República

Costa Rica elege mulher para a presidência da República
Tamanho do texto Aa Aa

Laura Chinchilla é a primeira mulher a chegar à presidência da Costa Rica. De acordo com os resultados parciais divulgados pelo Tribunal Supremo de Eleições, Laura Chinchilla era creditada com 46,8% dos votos quando estavam escrutinadas 71,7% das mesas de voto.

A chefe de Estado eleita, do Partido de Libertação Nacional, no poder, afirmou perante uma multidão de apoiantes que a sua administração “vai estar aberta a todos os costa-riquenhos. Isto significa que vamos ouvir com atenção as vozes dos que não votaram por nós nesta eleição e a quem pedimos humildemente que nos ajudem e nos apoiem.”

Chinchilla teve pela frente dois outros candidatos a presidente. Foram eles Ottón Solís, do Partido Acção Cidadania, creditado com 25% dos sufrágios, e Otto Guevara, do Movimento Libertário, com 21%.

A vencedora prometeu reforçar a segurança, considerada pelos costa-riquenhos como o problema mais grave do país. Laura Chinchilla pretende também melhorar a qualidade de saúde e do meio ambiente, com o objectivo de fazer da Costa Rica, em 2021, um país livre de emissões de carbono.

Aos 50 anos e com uma pós-graduação em Ciências Políticas, Laura Chinchilla sucede no cargo a Óscar Arias, um dos seus mentores e do qual foi vice-presidente e ministra da Segurança e da Justiça.