Última hora
This content is not available in your region

Conselho dos Direitos Humanos da ONU critica Irão

Conselho dos Direitos Humanos da ONU critica Irão
Tamanho do texto Aa Aa

Teerão recebeu esta segunda-feira, em Genebra, fortes críticas dos países ocidentais. A comunidade internacional, e os manifestantes que se concentraram no exterior da sala, condenam a repressão aos protestos pacíficos dos últimos meses, bem como as execuções e outras violações dos direitos humanos.

O Irão não concorda com as acusações. O Secretário-Geral do Alto Conselho para os Direitos Humanos afirmou que a sociedade iraniana é um modelo bem-sucedido de irmandade e de uma coexistência amigável. Acrescentou que um dos princípios desta governação é conseguir alcançar e consolidar este tipo de relações.

Depois deste discurso foi a vez dos Estado Unidos lançaram acusações. O Secretário de Estado adjunto para a Democracia, Direitos Humanos e Trabalho afirmou que desde Junho milhões de iranianos tentam demonstrar a sua preocupação em relação à legitimidade do processo eleitoral de 2009, mas o governo respondeu com violência. Acrescentou que os Estados Unidos condenam fortemente os recentes incidentes e a opressão injusta contra cidadãos iraniano inocentes.

Quinta-feira forças de segurança iranianas e manifestantes envolveram-se, mais uma vez, em confrontos em Teerão, no dia em que se assinalava o 31.º aniversário da revolução islâmica. Na altura a oposição afirmou que os agentes dispararam tiros e gás lacrimogéneo.