Última hora
This content is not available in your region

Carrefour vai fechar 21 lojas na Bélgica

Carrefour vai fechar 21 lojas na Bélgica
Tamanho do texto Aa Aa

Até ao fim de Junho, o Carrefour conta fechar 21 lojas na Bélgica.

A decisão vai lançar para o desemprego mais de 1600 pessoas.

A administração justifica a medida com a forte concorrência que existe, ao nível de distribuição, mas o argumento não convence os sindicatos.

“A concorrência é mais forte que nós. Porquê? Porque têm estratégia, bons preços. Aqui, no Carrefour, nunca foi assim. E a culpa não é dos trabalhadores, com toda a certeza”, diz Patrick Savauche, do sindicato que representa os trabalhadores.

Em 2010, o grupo conta investir 300 milhões de euros na renovação de algumas lojas que vai manter na Bélgica.

“Quando falamos em reestruturar o hipermercado, também o fazemos na França, Europa, Itália e Bélgica. No entanto, os problemas com o Carrefour belga, os custos que são anormais, em relação a outras com estruturas, isso é exclusivo da Bélgica”, esclarece o director-geral da filial belga do Carrefour, Gerard Lavinay.

No ano passado, os lucros do Carrefour estiveram a cair 70 por cento.

Teme-se agora pelo encerramento de outras estruturas.

O grupo francês é o segundo maior do mundo no sector da distribuição, logo a seguir ao norte-americano Wal-Mart.