Última hora

Última hora

Sarkozy agradece ajuda do Mali na libertação de refém francês

Em leitura:

Sarkozy agradece ajuda do Mali na libertação de refém francês

Sarkozy agradece ajuda do Mali na libertação de refém francês
Tamanho do texto Aa Aa

Nicolas Sarkozy agradeceu às autoridades do Mali o papel na libertação de Pierre Camatte. O cidadão francês foi feito refém, há três meses, pelo braço armado da Al-Qaeda na África do Norte.

O presidente francês, numa curta visita a África, fez questão de se deslocar ao Mali para se encontrar com Pierre Camatte, libertado na terça-feira.

“Deram-me um cobertor e essa foi a minha prisão. Longe de tudo, isolado”, recordou Camatte.

O fim do cativeiro aconteceu dias depois da libertação de quatro rebeldes islamitas. Uma troca que mereceu sérias críticas da Argélia e da Mauritânia, que denunciaram uma cedência aos terroristas.

Nicolas Sarkozy sublinhou que a França não vai esquecer o gesto do Mali e que está determinada a participar na luta contra a Al-Qaeda.

Depois do Gabão e do Mali, Sarkozy estará hoje no Ruanda, naquela que é a primeira visita de um chefe de Estado francês ao país, após o genocídio de 1994.