Última hora

Última hora

"Mães de Srebrenica" querem julgamento rápido

Em leitura:

"Mães de Srebrenica" querem julgamento rápido

"Mães de Srebrenica" querem julgamento rápido
Tamanho do texto Aa Aa

As “Mães de Srebrenica” não quiseram faltar ao reinício do julgamento de Radovan Karadzic. O grupo de bósnios-muçulmanos manifestaram-se junto ao Tribunal Penal Internacional de Haia, esta manhã. Com o suicídio de Slobodan Milosevic bem presente na memória, os bósnios muçulmanos pedem um julgamento rápido.

Munira Subasic, presidente do movimento “Mães de Srebrenica”, quer “que o julgamento seja o mais curto possível para que casos como o de Milosevic não voltem a acontecer, para que seja correctamente sentenciado por forma a que projectos como o seu e o do Slobodan Milosevic não se repitam e para que o povo da Bósnia-Herzegovina possa continuar a viver as suas vidas.”

Um julgamento célere… um pedido legítimo por parte daqueles que esperam que se faça justiça desde 1995 e num ano em que se celebram os 15 anos do massacre de Srebrenica, considerado pelo então secretário-geral das Nações Unidas, Kofi Annan, como uma das páginas mais obscuras da história da organização.