A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

França pede financiamento internacional para o nuclear

França pede financiamento internacional para o nuclear
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A França quer a ajuda do Banco Mundial e de outras instituições financeiras internacionais para o desenvolvimento da energia nuclear.

Nicolas Sarkozy disse numa conferência sobre o nuclear, em Paris, que este tipo de energia “está a ser ostracizado pelos grandes grupos financeiros”, o que obriga ao recurso a energias mais caras e mais poluentes.

O presidente francês quer ainda rever a avaliação dos projectos de construção de centrais nucleares:

“Gostaria que um órgão independente sob égide da AIEA estabelecesse em bases ciêntificas e técnicas incontestáveis uma grelha de análise internacional e peço ao senhor director que classifique os reactores à venda no mercado de acordo com o critério de segurança, porque actualmente estes são classificados apenas pelo critério do preço”.

A França possui 58 reactores nucleares e aposta na exportação da sua tecnologia para o mundo inteiro.
Recentemente perdeu um enorme contrato nos Emirados Árabes Unidos a favor da Coreia do Sul, por uma questão de preço.