Última hora

Última hora

Iraque: Primeiras estimativas dão vantagem a Nouri al-Maliki

Em leitura:

Iraque: Primeiras estimativas dão vantagem a Nouri al-Maliki

Iraque: Primeiras estimativas dão vantagem a Nouri al-Maliki
Tamanho do texto Aa Aa

As primeiras estimativas das eleições legislativas no Iraque dão a vantagem ao primeiro-ministro cessante, Nouri al-Maliki.

A Aliança de Estado de Direito de Maliki domina em nove provincias chiitas du sul. Já o bloco iraquiano do ex-primeiro-ministro Iyad Allawi – que une partidos de todas as confissões e etnias – vence nas quatro províncias maioritariamente sunitas.

A violência que se registou em dia de eleições legislativas, não impediu uma forte afluência às urnas. É o que sublinha um eleitor: “Os iraquianos foram votar e desafiaram os rockets e as explosões. Espero que o novo governo cumpra as promessas feitas pelos candidatos. Queremos segurança e reconstrução.”

Cerca de 19 milhões de iraquianos foram chamados a eleger 325 deputados. Ainda que o primeiro-ministro lidere a votação, terá dificuldades para conseguir uma maioria que lhe permita permanecer no cargo.

Um habitante de Kirkuk afirma: “A eleição deste ano é melhor do que em anos anteriores. Quanto a mim, votei pela aliança curda.”

Os resultados oficiais serão divulgados no fim do mês. A comunidade internacional saudou o escrutínio, mas Iyad Allawi já falou em irregularidades.

Entretanto, Barack Obama afirmou que as eleições foram uma “etapa importante” na história do Iraque, mas que o país vai viver “dias muito difíceis.” O presidente Estados Unidos advertiu, ainda, que mantém o calendário de retirada das tropas norte-americanas.