Última hora

Israel fecha fronteira com a Cisjordânia

Israel fecha fronteira com a Cisjordânia
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Por razões de segurança, o ministro israelita da defesa, Ehud Barak, ordenou o encerramento da fronteira exterior com a Cisjordânia.
 
É a primeira vez, em mais de um ano, que Ehud Barak toma uma medida desta natureza, numa altura em que não está agendada nenhuma celebração judaica.
 
O embargo prolonga-se até à meia-noite de sábado e pode vir a ser alargado, se necessário.
 
Em Jerusalém Este, a polícia montou um controlo apertado de entradas e saídas.
 
A circulação é permitida apenas em algumas áreas. O exército autoriza a passagem de corredores humanitários.
 
América do Norte e representantes palestinianos criticam os planos de Israel para construir casas judaicas na parte árabe da cidade.
 
Durante esta noite, a aviação israelita lançou dois raides, em Khan Yunis, na Faixa de Gaza. Um atingiu uma oficina da cidade.
 
Testemunhas dizem que há vários palestinianos feridos, nesta retaliação aos ataques verificados no sul de Israel, onde não há registo de vítimas.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.