Última hora
This content is not available in your region

Relatório aponta aponta responsáveis pela falência do Lehman Brothers

Relatório aponta aponta responsáveis pela falência do Lehman Brothers
Tamanho do texto Aa Aa

A justiça americana está à procura dos responsáveis pela falência do Lehman Brothers.

O gabinete de auditoria britânico, Ernst & Young pode ter que enfrentar os tribunais sob a acusação de negligência profissional.

Num relatório de 2200 páginas, elaborado durante um ano, por um gabinete jurídico de Nova Iorque, a auditora britânica é acusada de ter branqueado provas de que o banco tinha temporariamente retirado das contas uma dívida de 50 mil milhões de dólares, para iludir o organismo regulador e os investidores.

Esta prática, designada Repo 105, terá sido utilizada pontualmente pelo Lehman Brothers desde 2001 e, de forma sistemática, nos últimos dois anos antes da falência.

O colapso do Lehman Brothers, no dia 15 de Setembro de 2008, foi o prelúdio do cataclismo que se abateu sobre o sistema financeiro mundial. O congelamento do mercado do crédito e o adensar súbito da recessão mundial.

Mas o banco não tinha só dívidas no valor de 600 mil milhões de dólares, também tinha activos, esses foram entretanto comprados pelo Barcklays Bank.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.