Última hora
This content is not available in your region

Reding explica proposta sobre divórcios binacionais

Reding explica proposta sobre divórcios binacionais
Tamanho do texto Aa Aa

Para compreender esta proposta sobre os divórcios binacionais, entrevistámos Viviane Reding, a comissária europeia para a Justiça e os direitos dos cidadãos, que explicou à euronews quais os objectivos e como é que vai funcionar:

“Os casais terão a escolha, antes, quando se casam, ou durante o casamento, para decidir qual o tribunal e o direito que se vai aplicar. Se não fizeram essa escolha, os tribunais não vão aceitar que o elemento mais forte do casal decida a seu favor e será no local do domicílio do casal que se vai pronunciar o divórcio”.

euronews: Porque é que diz o elemento mais forte do casal?

Viviane Reding: Porque vemos que, por exemplo, alguém que conhece bem o direito ou alguém que tem dinheiro, irá a um país onde o divórcio é mais fácil. O outro membro do casal e as crianças ficarão a saber que houve um divórcio, sem antes terem sido informados do processo. Isso coloca em desvantagem o membro mais fraco do casal. Ora, para se casarem são dois, eles devem ser dois a divorciar-se de forma igual.

euronews: O que é que se vai passar?

Viviane Reding: Bem, por agora, vamos aplicar isto a dez Estados membros que decidiram avançar. Porque é que fazemos isto? Não é normal. Simplesmente, porque há um bloqueio. É necessária uma unanimidade nesta matéria e há países que a bloqueiam. Eu quero avançar para defender os interesses dos cidadãos, para que eles se sintam bem neste grande continente europeu.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.