Última hora
This content is not available in your region

Golpe de Estado militar na Guiné-Bissau

Golpe de Estado militar na Guiné-Bissau
Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro da Guiné-Bissau continua refém, após uma tentativa de golpe de Estado militar, contrariamente às primeiras informações que davam conta de que teria sido libertado. Carlos Gomes Junior foi conduzido à residência oficial, de onde não pode sair. A população saiu à rua em apoio ao primeiro-ministro, mas os militares ameaçam abrir fogo.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.