Última hora

Bombistas suicidas atacam por vingança

Bombistas suicidas atacam por vingança
Tamanho do texto Aa Aa

Pode ter sido vingança que levou Zhannet Abdullaieva e Marja Ustarjánova a transformarem-se nas bombistas suicidas que atacaram o metro de Moscovo.

Abdullaieva foi identificada em fotografias ao lado do marido, um combatente rebelde. O emir do Daguestão, como era apelidado, morreu a 31 de Dezembro numa operação da polícia russa.

O ataque ao metro moscovita foi reivindicado por Dokou Oumarov. Num vídeo, o emir do Cáucaso, como é conhecido, fala em vingança contra a operação das forças russas na Inguchétia a 11 de Fevereiro e promete novos atentados.

Segundo a polícia russa a outra bombista suicida será Marja Ustarjánova também viúva mas de um guerrilheiro checheno.

Segundo o último balanço oficial os dois ataques suicidas mataram 40 pessoas e fizeram mais de 80 feridos. Enquanto choram os mortos os russos temem novos ataques.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.