Última hora
This content is not available in your region

Bombistas suicidas atacam por vingança

Bombistas suicidas atacam por vingança
Tamanho do texto Aa Aa

Pode ter sido vingança que levou Zhannet Abdullaieva e Marja Ustarjánova a transformarem-se nas bombistas suicidas que atacaram o metro de Moscovo.

Abdullaieva foi identificada em fotografias ao lado do marido, um combatente rebelde. O emir do Daguestão, como era apelidado, morreu a 31 de Dezembro numa operação da polícia russa.

O ataque ao metro moscovita foi reivindicado por Dokou Oumarov. Num vídeo, o emir do Cáucaso, como é conhecido, fala em vingança contra a operação das forças russas na Inguchétia a 11 de Fevereiro e promete novos atentados.

Segundo a polícia russa a outra bombista suicida será Marja Ustarjánova também viúva mas de um guerrilheiro checheno.

Segundo o último balanço oficial os dois ataques suicidas mataram 40 pessoas e fizeram mais de 80 feridos. Enquanto choram os mortos os russos temem novos ataques.