Última hora
This content is not available in your region

Monumento da Renascença Africana inaugurado em Dakar

Monumento da Renascença Africana inaugurado em Dakar
Tamanho do texto Aa Aa

Presidente do Senegal inaugura Monumento da Renascença Africana, em Dakar.

A estátua tem 49 metros, é maior do que o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro ou a Estátua da Liberdade, em Nova Iorque.

Para o chefe de estado senegalês este monumento marca os 50 anos da independência do país mas não só. Abdoulaye Wade afirmou que apesar de cinco séculos de provação e tragédia humana África chegou ao século XXI erguida e melhor preparada para carregar o seu próprio destino.

Esta obra está a causar polémica. Alguns religiosos muçulmanos consideram contrário ao islamismo o facto do casal representado usar pouca roupa, a oposição critica os mais de 20 milhões de Euros gastos.

Ndeye Fatou Toure afirma que é um “monstro económico no contexto de crise em que vivemos: a crise financeira precedida pela económica e energética. Diria mesmo que é um escândalo financeiro”.

A estética do monumento, construído por operários da Coreia do Norte, também causou controvérsia. Para muitos senegaleses, têm uma inspiração mais soviética do que africana.