Última hora

Última hora

Dezenas de milhares de polacos acompanham cortejo fúnebre do presidente

Em leitura:

Dezenas de milhares de polacos acompanham cortejo fúnebre do presidente

Dezenas de milhares de polacos acompanham cortejo fúnebre do presidente
Tamanho do texto Aa Aa

A Polónia une-se para chorar a morte do presidente e de grande parte da elite política e militar do país.

Em Varsóvia, dezenas de milhares de pessoas acompanharam o cortejo fúnebre que levou o caixão de Lech Kaczynski até ao palácio presidencial.

O chefe de Estado polaco foi uma das 96 vítimas mortais do acidente aéreo ocorrido anteontem na Rússia.

As igrejas encheram-se de gente. Por todo o país a missa de Domingo foi dedicada à memória vítimas.

A filha do presidente foi a primeira a ajoelhar-se diante do caixão, seguida pelo irmão gémeo de Lech Kaczynski.

O funeral do presidente decorre amanhã.

O Tupolev que se despenhou antes da aterragem transportava, entre outras personalidades, a primeira-dama, o vice-presidente do Parlamento, o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas, os chefes do Exército, da Força Aérea da Marinha, e Presidente do Banco Central.

Várias pessoas dirigiram-se ao local da tragédia, perto do aeroporto de Smolensk, no oeste da Rússia, para uma homenagem às vítimas.

Segundo as primeiras investigações o acidente deveu-se a um erro humano. O piloto terá ignorado as ordens da torre de controlo para adiar a aterragem devido ao mau tempo.