Última hora

Coreia do Norte celebra "Dia do sol"

Coreia do Norte celebra "Dia do sol"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Às primeiras horas do dia 15 de Abril, a Coreia do Norte iniciou o “Dia do Sol”, as homenagens ao antigo fundador e líder do país, Kim Il Sung falecido há dezasseis anos.

O filho Kim Jong Il, actual dirigente de Pyongyang, convidou a população para uma visita à estátua erguida em homenagem ao fundador do estado comunista em 1948.

Em outra zona da cidade, milhares de norte coreanos visitaram o arranjo de orquídeas roxas, que representa uma oferenda especial dada em tempos a Kim Il Sung pelo presidente indonésio Sukarno, em 1965.

Mas o dia de celebração ficou ainda marcado pelos protestos dos sul coreanos junto da fronteira. Os vizinhos encheram balões de ar com recortes de revistas, dólares e DVDs denunciando o totalitarismo do Governo além fronteiras.

As duas Coreias estão divididas desde o final da Segunda Guerra Mundial mas permanecem, tecnicamente, em guerra porque os três anos de conflito terminaram, em 1953, sob tréguas e não com a assinatura de um tratado de paz.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.