Última hora
This content is not available in your region

Vários líderes mundiais faltam ao funeral de Kaczynski

Vários líderes mundiais faltam ao funeral de Kaczynski
Tamanho do texto Aa Aa

A poucas horas do enterro do presidente polaco Lech Kaczynski na catedral de Wawel, em Cracóvia, multiplicam-se os cancelamentos dos líderes mundiais que previam assistir à cerimónia.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fez saber que não poderá estar presente, tal como o homólogo francês Nicolas Sarkozy, a chanceler alemã Angela Merkel e o presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, entre outros.

O encerramento do espaço aéreo polaco devido à nuvem de cinzas vulcânicas proveniente da Islândia levou outros altos dignitários a procurar soluções alternativas. Os presidentes da Letónia e da Eslováquia irão de carro até Cracóvia, enquanto o chefe de Estado checo Vaclav Klaus escolheu o comboio.

As cerimónias fúnebres de Kaczynski e da esposa Maria começaram já este sábado, com uma missa solene em Varsóvia, na presença do ex-primeiro-ministro e gémeo do falecido presidente, do líder histórico Lech Walesa, do chefe do governo Donald Tusk e do presidente interino Bronislaw Komorowski.

Durante a manhã de ontem, a principal praça da capital encheu-se com mais de cem mil polacos, que lembraram não só o chefe de Estado, como todas as 96 vítimas do acidente aéreo em território russo, entre as quais uma grande parte da elite política e militar do país.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.