Última hora
This content is not available in your region

Marinha britânica tenta socorrer "vítimas" da nuvem de cinza

Marinha britânica tenta socorrer "vítimas" da nuvem de cinza
Tamanho do texto Aa Aa

Condicionado pelo espaço aéreo, Gordon Brown começou a mobilizar navios da marinha.

O primeiro-ministro britânico, que volta a recandidatar-se nas eleições de 6 de Maio, tenta dar um sinal de esperança aos milhares de ingleses detidos pela nuvem de cinzas, nos aeroportos europeus.

“Estou muito orgulhoso com o que o povo britânico fez, ao lidar com circunstâncias extremamente difíceis, abandonados em áreas difíceis. Estamos determinados a fazer os possíveis para ajudar. O porta-aviões Ark Royal vai ser enviado para o Canal da Mancha. O HMS Ocean, de assalto anfíbio, também vai estar disponível nos portos do Canal, assim que possível, de forma a ajudar as pessoas na viagem de regresso. Estamos a enviar um navio Albion por Espanha, para ver o que é que podemos fazer para trazer também soldados ingleses que regressam do Afeganistão”, assegura Gordon Brown, primeiro-ministro britânico.

Nesta altura o aeroporto de Barajas, em Madrid, é dos poucos que está a funcionar em pleno, na Europa.

As autoridades britânicas estão em contacto com as espanholas.

Juntas avaliam a possibilidade de os cidadãos ingleses retidos no mundo poderem ser transportados para Espanha por via aérea e dali para o Reino Unido, de barco ou autocarro.