Última hora
This content is not available in your region

Liberais democratas descartam coligação com trabalhistas

Liberais democratas descartam coligação com trabalhistas
Tamanho do texto Aa Aa

Não há coligação entre liberais democratas e trabalhistas, caso o partido de Gordon Brown fique em terceiro lugar nas eleições para o Parlamento Britânico. Nem mesmo que o Labour obtenha o maior número de deputados.

O líder liberal democrata, Nick Clegg, promete apoiar o partido com mais votos e assentos, mas sem a maioria absoluta.

“Não há indicações que o Partido Trabalhista possa ser terceiro em número de votos. O que eu quero dizer é que me parece absurda a ideia de que um partido que fica em terceiro em número de votos continue a ter o direito de ocupar o número 10 de Downing Street e continue a reclamar o primeiro-ministro”, explicou Clegg.

Em virtude do sistema eleitoral britânico, os Trabalhistas de Gordon Brown podem continuar a ter o maior número de deputados, mesmo que fiquem em terceiro lugar no número de votos. Um facto que a acontecer lhes permitirá escolher o primeiro-ministro.

Uma sondagem efectuada nos últimos dias coloca os conservadores na frente, com 34%, os liberais-democratas em segundo, com 29%. Os trabalhistas aparecem em terceiro, com menos um ponto percentual.

Os conservadores vão, ao que tudo indica, obter o maior número de votos, mas não devem conseguir os deputados necessários para uma maioria absoluta.

As eleições gerais para o Parlamento Britânico estão agendadas para 6 de Maio.