Última hora
This content is not available in your region

Oposição ucraniana contra frota russa no Mar Negro

Oposição ucraniana contra frota russa no Mar Negro
Tamanho do texto Aa Aa

Agudiza-se a tensão entre a oposição e o governo na Ucrânia. Esta manhã, no Parlamento, houve lançamento de ovos e os deputados partiram para a violência.
 
Na origem da confusão, está a ratificação de um acordo sobre a manutenção por mais 25 anos da frota russa no Mar Negro, em troca de gás mais barato.
 
O acordo foi aprovado por 236 votos a favor. Para os anunciar, o presidente da Assembleia teve de se proteger com guarda-chuvas.
 
No exterior, o ambiente era igualmente tenso. Milhares de pessoas juntaram-se para protestar contra o acordo, que vêem como um abandono da soberania ucraniana.
 
A manifestação foi rodeada por um forte dispositivo de segurança. A polícia tentava travar os manifestantes de entrar no Parlamento.
 
“É um perigo para a integridade do território ucraniano. Toda a gente sabe que este porto é uma fortaleza das políticas anti-ucranianas”, diz um manifestante ucraniano.
 
Algumas centenas de pessoas organizaram uma contramanifestação a favor do acordo e em apoio ao chefe de Estado, Viktor Ianukovich.
 
Uma cidadã russa explica que veio para “apoiar o presidente e o acordo assinado com Moscovo”.
 
Na semana passada, o presidente ucraniano, Viktor Ianukovich, e o homólogo russo, Dmitri Medvedev assinaram o polémico acordo. Kiev aceita o prolongamento do aluguer russo da base ucraniana de Sebastopol – que deveria terminar em 2017 - por mais 25 anos, em troca da descida de 30% do preço do gás.