Última hora

Escalada de violência na Tailândia

Escalada de violência na Tailândia
Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos um morto e vários feridos em confrontos entre o exército e os “camisas vermelhas” em Banguecoque, na Tailândia. Os Estados Unidos já fecharam a embaixada e o Reino Unido vai fazer o mesmo.

O conselheiro militar dos “camisas vermelhas” está gravemente ferido, depois de ter sido baleado na cabeça. Khattiya Sawasdipol, conhecido como “comandante vermelho”, foi considerado pelo poder como “terrorista” por detrás da violência, depois de se ter aliado aos opositores. O governo negou qualquer envolvimento no caso, ainda que tenha ameaçado disparar contra “terroristas”.

Hoje, o primeiro-ministro decidiu cancelar as eleições antecipadas de Novembro e o exército cercou com veículos blindados o acampamento onde estão barricados milhares de camisas vermelhas. Os líderes do movimento avisaram que enfrentariam os blindados com as mãos.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.