Última hora
This content is not available in your region

Optimismo moderado dos britânicos em Bruxelas

Optimismo moderado dos britânicos em Bruxelas
Tamanho do texto Aa Aa

Nos “pub’s” ingleses de Bruxelas, o novo governo britânico é tema de todas as conversas. Será que o regresso ao poder dos conservadores vai trazer mais tempos difíceis nas relações com a União Europeia, como na época de Margaret Thatcher e John Major?

A Comissão Europeia não está preocupada mas um britânico recorda que o Reino Unido não se vai tornar mais pró-europeu a curto prazo, e isto, apesar da presença dos liberais-democratas, europeístas, na coligação. Outro acrescenta: “Como britânico, pessoalmente, não concordo com a adesão ao euro, porque é sempre bom ter uma moeda separada. Mas espero que o Reino Unido coopere mais com a União Europeia em termos de defesa e política externa”.

O optimismo é moderado.

David Cameron é eurocéptico mas, acima de tudo, é visto pelos europeus como um homem pragmático. Além disso as questões europeias não são prioritárias na agenda do governo e Gordon Brown já deixou bem negociados, a favor de Londres, os dossiês mais polémicos do momento.