Última hora
This content is not available in your region

TPI reduz acto de acusação de Mladic

TPI reduz acto de acusação de Mladic
Tamanho do texto Aa Aa

De 15 para 11 crimes: o acto de acusação de Ratko Mladic foi reduzido pelo Tribunal Penal Internacional (TPI). O objectivo é acelerar o julgamento do antigo comandante das forças sérvias da Bósnia, quando este for detido, e evitar um processo inconclusivo como o de Slobodan Milosevic.

Mladic é acusado de genocídio pelo massacre de oito mil muçulmanos em Srebrenica e pelos 43 dias de cerco e bombardeamento de Sarajevo, no qual morreram dez mil pessoas.

A alteração do acto de acusação foi anunciada pelo procurador do TPI no início da visita a Belgrado, esta quinta-feira.

Serge Brammertz considera que Ratko Mladic se encontra a monte na Sérvia e que a detenção de Mladic e de Goran Hadzic, antigo chefe dos sérvios da Croácia, é uma prioridade do TPI e a Sérvia não tem alternativa: tem de detê-los.

Durante dois dias, Brammertz vai encontrar várias personalidades sérvias para preparar o novo relatório para o Conselho de Segurança da ONU. Um documento essencial também para a União Europeia e para a candidatura de adesão da Sérvia.