Última hora
This content is not available in your region

Nova manifestação em Atenas contra plano de austeridade

Nova manifestação em Atenas contra plano de austeridade
Tamanho do texto Aa Aa

As ruas de Atenas voltaram a ser palco de uma manifestação contra o plano de austeridade.

Dezenas de milhares de pessoas ainda tentam pressionar o governo para que recue nas medidas.

O aumento dos impostos, o congelamento das pensões ou os cortes nos subsídios de férias e de Natal foram as garantias dadas pelo executivo para equilibrar as contas públicas e conseguir o empréstimo de 110 mil milhões de euros da União Europeia e do FMI.

Mas os manifestantes queixam-se que são os mais pobres que vão pagar a crise.

“O futuro parece negro para os trabalhadores, agricultores e para os que têm baixos salários”, comenta um reformado. “O capitalismo, os bancos, a União Europeia e o Fundo Monetário Internacional asfixiaram as pessoas”, acusa.

“Só através de acções diárias e de luta como esta poderemos mudar a situação”, acredita uma manifestante.

Os sindicatos convocaram nova greve geral para 20 de Maio. Será o quinto protesto desde Janeiro.

Mas o governo quer evitar um divórcio com a população e restaurar a confiança. Hoje, o porta-voz do executivo prometeu que vai ser intensificada a luta contra a corrupção e contra a fuga ao fisco.